Moradores de Cachoeiro de Itapemirim que apresentarem sintomas leves relacionados a síndromes respiratórias, que podem indicar infecção pelo novo coronavírus, devem procurar, primeiramente, a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima para atendimento. A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) reforça a informação, de forma a evitar sobrecarga no Centro de Saúde Paulo Pereira Gomes (PPG), direcionado a atender os casos de média complexidade.

Atualmente, por conta da situação de emergência em saúde pública, não está sendo exigido agendamento prévio para ser atendido nas UBS. Os usuários, com sintomas gripais ou respiratórios leves, são atendidos de acordo com protocolos de segurança especiais, para evitar o contato com os demais pacientes.

Publicidade Publicidade

O paciente com sintomas respiratórios pode ser encaminhado para o PPG, caso seja verificada a necessidade após avaliação clínica, e, posteriormente, para um hospital de referência, se for preciso haver atendimento de alta complexidade.

Todos os que tiverem indicação para isolamento social domiciliar são acompanhados pela Semus, por teleatendimento.

“Muita gente tem se dirigido ao PPG com sintomas leves, aumentando a demanda da unidade desnecessariamente. Além disso, essas pessoas, que podem não estar infectadas, acabam se expondo a um risco maior de infecção pelo novo coronavírus na própria unidade, que está atendendo apenas a casos de Covid-19”, alerta a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

As 32 Unidades Básicas de Saúde de Cachoeiro funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. As exceções são as unidades dos bairros Aeroporto, Amaral, Jardim Itapemirim e Paraíso, que estão com horário estendido: 7h às 19h.

Protocolo para testes

A Semus também segue um protocolo da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para aplicação de testes nos pacientes estáveis com sintomas gripais, com ou sem febre. Se a evolução do quadro for superior a sete dias após o surgimento dos sintomas, é realizado o teste sorológico rápido. Em caso de resultado negativo, o paciente é orientado a permanecer em isolamento social por 14 dias. Se o teste der positivo, a Semus também realiza acompanhamento diário do paciente.

A coleta de amostra para teste laboratorial, quando necessária, deve ser feita entre o quarto e o sétimo dia de apresentação dos sintomas, nos casos de pessoas com quadro estável. Em caso de piora do quadro ou persistência dos sintomas, o paciente deverá retornar aos serviços de saúde para uma nova avaliação clínica.

“Há uma ansiedade natural por parte de muitas pessoas para fazer o teste e saber se está com o coronavírus ou não, mas é preciso respeitar os protocolos. Também pedimos a todos que procurem os serviços de saúde sempre que avaliarem como necessário, mas que sejam mais criteriosos, contribuindo para que não haja uma sobrecarga ainda maior do sistema”, destaca Luciara.

Para mais informações, entre em contato com a Ouvidoria Geral do SUS, por meio do telefone 0800 081 1696 ou da página no portal da prefeitura, que apresenta um questionário de autoavaliação a respeito dos sintomas de Covid-19. Também podem ser encontrados dados detalhados sobre a situação da pandemia em Cachoeiro no site cachoeiro.es.gov.br/covid19.

Sintomas de Covid-19

Mais comuns:

– Febre
– Tosse seca
– Cansaço

Menos comuns:

– Dores e desconfortos
– Dor de garganta
– Diarreia
– Conjuntivite
– Dor de cabeça
– Perda de paladar ou olfato
– Erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés

Graves:

– Dificuldade de respirar ou falta de ar
– Dor ou pressão no peito
– Perda de fala ou movimento

– Procure atendimento médico imediato, se tiver sintomas graves. Sempre ligue antes de ir ao médico ou posto de saúde, clínicas ou hospitais.

– Pessoas saudáveis que apresentarem os sintomas leves devem acompanhar seus sintomas em casa.

– Em média, os sintomas aparecem após 5 ou 6 dias depois de ser infectado com o vírus. Porém, isso pode levar até 14 dias.

Comentários no Facebook