O corpo do prefeito de Venda Nova do Imigrante, Braz Delpupo, está sendo velado, desde às 3h deste domingo (28), na sede da Prefeitura Municipal. O sepultamento está marcado para acontecer às 17h, em Alegre, e deve sair da prefeitura às 11h.

Braz, 70 anos, morreu na noite deste sábado (27), ao sofrer um infarto fulminante, quando retornava de Alegre, onde tem residência, para a casa, em Venda Nova. Ele estava sozinho no carro.

Publicidade Publicidade

Pelas redes sociais, a classe política capixaba lamentou a morte de Delpupo. Um deles foi o governador Renato Casagrande (PSB). “Sempre preocupado com seu povo e determinado em buscar o desenvolvimento de seu município, Braz Delpupo hoje nos deixa”, publicou ele em seu Twitter na noite de sábado (28).

Quem também fez uma homenagem à memória de Delpupo foi o deputado federal Evair de Melo. “Sem dúvida, o maior líder político da história de Venda Nova. Deixa um legado de amor e dedicação à sua terra e a sua gente”, escreveu ele.

Gilson Daniel, prefeito de Viana e presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), fez o mesmo. “Perdemos um grande homem público”, publicou ele.

Governador decreta luto oficial

O governador do Estado, Renato Casagrande, decretou luto oficial de três dias em decorrência da morte do prefeito de Venda Nova do Imigrante, Braz Delpupo, ocorrida neste sábado (27). O decreto será publicado na próxima edição do Diário Oficial do Estado.

Através de nota, a Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), por meio de seu presidente, prefeito de Viana, Gilson Daniel, e demais prefeitos, vice-prefeitos e lideranças políticas dos municípios do estado lamentaram a morte de Braz Delpupo.

“Braz lutou de forma incondicional pela melhoria do município de Venda Nova, ao pleitear recursos, implementar importantes obras e manter-se firme na atuação de  garantir políticas públicas de qualidade a todos os munícipes, diz a nota dos prefeitos.

Comentários no Facebook