A cerimônia de abertura das Paralimpíadas Escolares foi realizada na noite desta terça-feira (19), em São Paulo, com a presença do secretário de Esportes e Lazer, Júnior Abreu. A competição terá início nesta quarta-feira (20) e segue até sexta-feira (22). Cinquenta e sete atletas, em uma delegação total de 101 pessoas, entre técnicos e staff, representarão o Espírito Santo na capital paulista.

Os capixabas brigarão por medalhas, nas categorias infantil (de 12 a 14 anos) e juvenil (15 a 17), em oito modalidades: atletismo, bocha, judô, natação, parabadminton, paravôlei, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas. Ao todo, 51 escolas (49 públicas e duas particulares), espalhadas por 15 municípios do Estado, estarão representadas.

Publicidade Publicidade

Cercada de emoção, a cerimônia de abertura deu as boas-vindas à 13ª edição das Paralimpíadas Escolares, que está sendo considerada a maior da história. Mais de 1.220 alunos participam da disputa, que contará com os 26 estados do País e o Distrito Federal.

O porta-bandeira da delegação capixaba foi o estudante de 17 anos Daniel Josias Muniz dos Santos, da EEEFM Luiz Manoel Vellozo, do bairro da Glória, em Vila Velha. Ele participará da competição na disputa do parabadminton. “É muito emocionante representar o meu Estado e meus colegas.Vamos em busca de muitas medalhas”, disse Daniel.   

O secretário Júnior Abreu também falou sobre a participação do Espírito Santo na competição. “É uma satisfação enorme estar presente nesta festa com a nossa delegação. O Estado sempre mostrou muita força no paradesporto, inclusive no escolar. Em 2018, por exemplo, voltamos para casa com 39 medalhas, sendo 19 de ouro. Chegamos à 12ª colocação geral. E este ano, tenho certeza, que faremos ainda mais bonito”, disse Abreu.

Comentários no Facebook