A Câmara de Castelo acaba de devolver R$ 500 mil aos cofres da Prefeitura, dinheiro que foi disponibilizado pelo duodécimo, o Orçamento da Câmara Municipal, a partir da análise do comportamento das despesas até o período, como gesto de cooperação da Mesa Diretora e dos demais Vereadores em meio ao cenário de incertezas e crise provocado pela pandemia da COVID-19.

“Nossa ação, com a devolução de meio milhão de reais à Prefeitura, é resultado da economia e corte de gastos impostos pela Presidência com o aval dos demais Edis, para colaborar com município neste ano de crise imposta principalmente pela Pandemia. Sugerimos ao Prefeito que empregue o dinheiro principalmente no combate às enchentes, e, nas áreas da saúde e educação”, informou o Presidente Tiago de Souza (PTB).

Publicidade Publicidade

A quantia devolvida corresponde a cerca de 11% do orçamento do Legislativo para 2021, e seria utilizado, entre outros, para compra de carro, gastos com publicidade, reformas internas de setores da Câmara, bem como compra de equipamentos para os gabinetes.

Foto: Letícia Gava / Ascom Câmara de Castelo

Todos esses projetos foram suspensos pelo presidente Tiago de Souza (PTB) como maneira de economia. O cheque de meio milhão de reais foi depositado na tarde desta segunda-feira (07) e comunicado ao Prefeito João Paulo Nali, que poderá utilizar os recursos nos setores que julgar mais necessários.

“O valor de R$500.000,00 devolvido da Câmara para o Executivo Municipal chega em um importante momento. Com esse recurso poderemos implementar ainda mais serviços em prol dos castelenses, dentre eles na limpeza urbana, nas estradas rurais e principalmente na saúde. Agradeço a todos os Vereadores através do seu Presidente Tiago da Souza pela economia dos recursos e pela parceria em prol do município”, agradeceu o Prefeito João Paulo Nali.

Comentários no Facebook