‘Calendário de gentilezas’ auxilia rotina dos alunos da Escola Alto Jatibocas

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO JULHO/2020 Publicidade DENGUE NOV/2020 Publicidade BEBIDA E DIREÇÃO DEZ2020 Publicidade
escola de Itarana propôs um calendário que norteia estudantes e famílias nas atividades do dia a dia.
Durante o período de distanciamento social, em que os alunos estão recebendo atividades em casa e sendo auxiliados pela família, a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Alto Jatibocas, de Itarana, tem trabalhado para que os estudantes adquiram não somente a aprendizagem cognitiva, mas também suas relações interpessoais.
“Procuramos transformar esse tempo de afastamento presencial da Escola, num tempo de boa convivência, fortalecimento de vínculos, e criando laços e hábitos de gentilezas, espalhando para a comunidade e arredores gestos simples, mas que podem construir além de saberes um mundo mais fraterno, de coisas simples e sorrisos largos”, disse a diretora da escola, Luzineti Marquez Coan.
Uma das propostas foi o “Calendário de gentilezas”, que define a ação que o aluno deve realizar com sua família em cada dia do mês. Essas ações são pontuais, fáceis de serem realizadas e que podem deixar o ambiente mais divertido e leve ao longo do mês, tornando possível o estreitamento dos laços familiares.
A cada ação foi proposto que as famílias e alunos gravem um vídeo, fotos ou produzam um texto escrevendo a forma como desenvolveu a atividade. Para a estudante do 3º ano, Ana Luisa Kester Dettmann, “o calendário traz uma inspiração nova para os dias atuais com a proposta de torná-los dias melhores”.
“É mais uma ação de aproximação família e escola em um jeito de tornar esse mundo mais gentil. E assim, muitos ‘nós’ em formas de laços são construídos”, ressaltou a diretora.

Comentários no Facebook