A Black Friday deste ano, marcada para o próximo dia 29, deverá movimentar R$ 3,67 bilhões. Esta é a previsão da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgada hoje (19).

Caso isto aconteça, haverá um aumento de 10,5% em relação às vendas do ano passado, que somaram R$ 3,32 bilhões.

Publicidade Publicidade

A Black Friday já é a quinta data mais importante do comércio varejista brasileiro. Está atrás do Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças e Dia dos Pais, respectivamente.

Os segmentos de eletroeletrônicos e de utilidades domésticas devem ser os mais procurados pelos consumidores este ano. Segundo a CNC, o faturamento neste setor deverá chegar a R$ 929,4 milhões. Em seguida, estão os hipermercados e supermercados (R$ 899,3 milhões) e de móveis e eletrodomésticos (R$ 845,5 milhões).

Edição: Valéria Aguiar
COMPARTILHAR
Artigo anteriorComércio pode faturar R$ 3 bilhões com vendas para a Black Friday
Próximo artigoInflação está bastante baixa e estável, diz Campos Neto
Elan Costa
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 3512/ES, articulista, marqueteiro político e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito, em 2016, para deputado estadual em 2018, e novamente para prefeito e vereadores, em 2020. É fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook