Experiência mineira com a captação de recursos internacionais é um dos temas do encontro.

A equipe do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) estará, nesta sexta-feira (06), na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para uma visita de benchmarking com objetivo de aumentar a troca de experiências das melhores práticas usadas pelos dois bancos de desenvolvimento. Na pauta, entre outros temas, está o aprofundamento do banco capixaba sobre procedimentos de captação de recursos de funding de fontes internacionais para financiamento de atividades produtivas.

Representam o Bandes na visita o diretor-presidente do banco, Maurício César Duque; o diretor de Negócios, Luiz Fernando Castro de Mello Leitão; e a diretora de Operações, Maria Emilia Vieira.

Publicidade Publicidade

As convergências entre os espaços de inovação das duas instituições – o Hubble, em Minas Gerais, e o Epicentro, no Espírito Santo –, também são ponto de pauta entre as duas instituições. O objetivo é a troca de experiências e construir uma agenda que possa potencializar o ambiente de inovação capixaba e mineiro rendendo bons frutos para o desenvolvimento de novos negócios na área no Espírito Santo.

Na programação, além da experiência mineira com a captação de recursos internacionais, os diretores capixabas poderão conhecer a metodologia aplicada em Minas com concessões e parcerias publico-privadas (PPP). O BDMG tem expertise em realizar a estruturação e modelagem de PPPs, prestando serviços como: analisar a viabilidade econômico-financeira dos projetos, assessorar a elaboração de chamamentos públicos e avaliar propostas preliminares e estudos técnicos.

O Bandes, em conjunto com a Secretaria da Fazenda (Sefaz), atua em solo capixaba coordenando o Programa de Concessões e Parcerias do Espírito Santo, o Parcerias ES. A iniciativa é uma ferramenta para ampliar os recursos necessários para obras e serviços destinados à população, contribuindo diretamente para o desenvolvimento econômico, ambiental e social dos capixabas.

Desenvolve Rio Doce
Outro tema do encontro é o andamento das atividades ligadas ao Programa Desenvolve Rio Doce. O Programa é uma parceria entre o Bandes, o BDMG e a Fundação Renova e funciona como forma de compensação econômica para as cidades banhadas pelo Rio Doce e que sofreram impacto com o rompimento de uma barragem na cidade mineira de Mariana, em 2015.

No Espírito Santo, quatro municípios capixabas banhados pelo Rio Doce são contemplados com o crédito do fundo de incentivo à economia local: Marilândia, Colatina, Linhares e Baixo Guandu.

Informações sobre linhas de financiamento:
Bandes Atende: 0800 283 4202
Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e iOS
www.facebook.com/bandesonline
www.bandes.com.br

Comentários no Facebook