Avenida Nossa Senhora em Castelo será contemplada com obras de drenagem

0
Foto: PMC
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO JULHO/2020 Publicidade DENGUE NOV/2020 Publicidade BEBIDA E DIREÇÃO DEZ2020 Publicidade

O Prefeito de Castelo, Luiz Carlos Piassi, acompanhado dos vereadores Dimas Luzório, Douglas Falçoni e do Secretário Municipal de Serviços Urbanos, Celso Marcolan Casagrande, assinou, na manhã da última terça-feira (20), uma Ordem de Serviço para drenagem pluvial do trecho da Avenida Nossa Senhora da Penha, próximo à empresa Ydrolar.

 

Publicidade Publicidade

“Nosso objetivo é melhorar o escoamento de águas pluviais na nossa principal Avenida e acabar com os transtornos no período de fortes chuvas. Nesse trecho onde vamos trabalhar o acúmulo de água é grande e sempre causa prejuízos aos moradores, pois a água invade comércios e residências, além de ocasionar problemas na mobilidade urbana”, explicou Piassi.

 

O investimento da obra é de R$ 81.720,07 provenientes do Fundo Cidades. A previsão é que os serviços comecem nos próximos dias.

Fundo Cidades

O Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal – Cidades, gerenciado pela Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP), representa um mecanismo de apoio financeiro prestado pelo Estado por meio de repasse de verbas aos municípios, contemplando investimentos nas áreas de infraestrutura urbana e rural, educação, esporte, turismo, cultura, saúde, segurança, proteção social, agricultura, meio ambiente e sustentabilidade.

O Fundo Cidades começou a operar efetivamente no início de 2014, após alteração na legislação que o instituiu, e representa um relevante mecanismo de apoio financeiro prestado pelo Estado por meio de transferência fundo a fundo aos municípios. 

Para receber recursos do Fundo, os municípios precisam cumprir um conjunto de requisitos legais: i) criação do Fundo Municipal de Investimento; ii) constituição de Conselho de Fiscalização e Acompanhamento; iii) abertura de conta corrente exclusiva no Banco do Estado do Espírito Santo – Banestes. 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCaminhões pegam fogo após colisão em Afonso Cláudio
Próximo artigoSarampo: começa hoje vacinação preventiva
Elan Costa
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 0003512/ES, articulista e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito de Guarapari em 2016, além de coordenador de campanha eleitoral para deputado estadual em 2018. Fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook