Ator mineiro Gésio Amadeu morre, aos 73 anos, vítima de Covid-19

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade
A Covid-19 fez mais uma vítima entre as personalidades da cultura. Morreu nesta quarta (5), o ator mineiro Gésio Amadeu, de 73 anos.
O artista estava internado há dois meses no Hospital Sancta Maggiore, no bairro de Higienópolis, em São Paulo. Gésio teria sido infectado pelo coronavírus após uma consulta médica. A notícia do falecimento foi confirmada por um dos filhos do ator, Mario Amadeu, nas redes sociais, que revelou que o pai sofreu falência múltipla de órgãos.
Com mais de 50 anos de carreira e conhecido por papeis como em “Terra Nostra”, “Sinha Moça”, “Araguaia”, “Chiquititas”,  “A Viagem”, “O Sítio do Pica-Pau Amarelo” e “Velho Chico”, seu último trabalho na Globo, Gésio era mineiro de Conceição do Formoso, distrito de Santos Dumont, na Zona da Mata. Ele foi uma referência para vários atores negros.
Gésio Amadeu também teve destaque nos palcos e na telona. Em 2014, ele atuou na peça “A Última Sessão”, ao lado de grandes nomes como Etty Fraser, Laura Cardoso e Miriam Mehler. O ator ainda atuou no filme clássico “Eles Não Usam Black-Tie”, de Leon Hirszman, ao lado de Gianfrancesco Guarnieri e Fernanda Montenegro, em 1981.
Crise
Em junho, amigos de Gésio chegaram a postar nas redes sociais que ele precisa de uma transfusão de sangue urgente , pois seu estado de saúde é delicado, e estão fazendo uma campanha para ajudá-lo.
Na época, a esposa do artista Gabriela Rabelo, deu um depoimento ao jornal Extra sobre o assunto. “Somos casados desde 1975 e temos quatro filhos e seis netos. Sim, ele está internado com Covid-19, uma situação difícil e delicada, uma vez que já tem 73 anos, e é diabético… Mas está resistindo, e, se Deus quiser, vai ganhar mais esta batalha”, declarou Gabriela à publicação.
Infelizmente, Gésio acabou não resistindo e é mais um dos quase 100 mil brasileiros vitimados pela pandemia.

Comentários no Facebook