Apresentação do Cadef para os empresários capixabas na próxima segunda (13)

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO JULHO/2020 Publicidade DENGUE NOV/2020 Publicidade BEBIDA E DIREÇÃO DEZ2020 Publicidade

Quase 24% da população brasileira é composta por pessoas que possuem algum tipo de deficiência. De acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui 45 milhões de pessoas nesta condição. Ainda segundo o órgão, no Espírito Santo, são quase um milhão de habitantes com algum tipo de deficiência e em torno de 330 mil pessoas com deficiência severa.

A inclusão destas pessoas no mercado de trabalho é pauta de uma apresentação do Cadastro Unificado de Dados das Pessoas com Deficiência (Cadef), que o Sistema Findes promove na próxima segunda-feira (13). Além disso, também será assinado um acordo de cooperação técnica entre o Sistema Findes e o Ministério Público do Estado para apoiar a indústria capixaba.

Publicidade Publicidade

O encontro será realizado no edifício Findes, às 16 horas e tem como público os empresários, profissionais de Recursos Humanos, de Saúde e Segurança do Trabalho e de relações do trabalho. Os interessados devem se inscrever no endereço eletrônico: http://eventos.sistemafindes.org.br.

Na programação estarão presentes o presidente do Sistema Findes, Leo de Castro, o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho da 17ª região, Valério Soares Heringer e a procuradora do Trabalho, Sueli Teixeira.

Cadef

O Cadastro Unificado de Dados das Pessoas com Deficiência do Estado do Espírito Santo surgiu da necessidade de uma base de dados unificada, atualizada e compartilhada com diferentes instituições e órgãos com atuação na defesa dos interesses das pessoas com deficiência, sobretudo no que concerne à inclusão desse público no mercado de trabalho.

Seu objetivo é reunir, em base de dados única, informações das pessoas com deficiência para facilitar o planejamento e a implementação de políticas públicas, notadamente, nas áreas do trabalho, da educação, da saúde, do lazer, do esporte e da cultura.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMinistério estuda medidas para aumentar rentabilidade do FGTS
Próximo artigoGovernador anuncia investimentos para Apiacá e Bom Jesus do Norte
Elan Costa
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 0003512/ES, articulista e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito de Guarapari em 2016, além de coordenador de campanha eleitoral para deputado estadual em 2018. Fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook