Alunos do Sistema Prisional de Cachoeiro alcançam nota máxima em concurso de redação

0
Foto: Divulgação
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade

Concurso estimula o debate sobre Como o acesso à justiça contribui para o desenvolvimento sustentável.

Alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Penitenciária Regional de Cachoeiro de Itapemirim – que tem como escola referência a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Inah Werneck, localizada no mesmo município – receberam nota máxima no 5º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU).

Publicidade Publicidade

Esta edição do concurso contou com mais de seis mil redações inscritas, oriundas de mais de 500 escolas. O órgão público propôs como tema do concurso “Defender direitos, evitar desastres: Como o acesso à justiça contribui para o desenvolvimento sustentável”. O objetivo foi gerar visibilidade e debate sobre o assunto em questão.  

Para a professora de Língua Portuguesa, Pâmela Cunha Almeida, a participação de 63 alunas da Penitenciaria Feminina de Cachoeiro de Itapemirim é um orgulho. Isso porque, muitas internas iniciam as aulas sem saber ler e escrever. 

“Muita dificuldade na leitura e na escrita. Algumas criam um pouco de resistência no início. No entanto, com o passar do tempo, elas começam a dar depoimentos de que na cela começam a ler livros delas e das colegas”, disse.

Comentários no Facebook