source

Olhar Digital

tv arrow-options
Reprodução

Dispositivo imersivo busca estimular o tato

Uma nova experiência na hora de assistir televisão foi anunciada. A Sony pretende inovar o mercado com seu novo alto-falante , o imersível SRS-WS1. Com o formato de um colar, o usuário veste o dispositivo, que transmite o som da TV juntamente com algumas vibrações.

Publicidade Publicidade

Funciona assim: basta conectar um transmissor à saída de áudio da televisão e, em seguida, vestir o SRS-WS1. O áudio é canalizado através do alto-falante do pescoço, junto com algumas vibrações. É similar ao conceito do Bose SoundWear, mas com funcionalidade e finalidade diferentes. Enquanto o Bose é um alto-falante versátil, o dispositivo da Sony é projetado especificamente para aprimorar a experiência de assistir TV.

O transmissor pode enviar áudio para dois alto-falantes de pescoço, ou seja, até duas pessoas podem usar e ter as mesmas sensações. Embora o SRS-WS1 se conecte ao celular através de um cabo, ele foi realmente projetado para uso doméstico. 

Em termos de bateria , a Sony diz que o alto-falante de pescoço funcionará por cerca de sete horas, permitindo até mesmo uma grande maratona de séries sem interrupções. A empresa diz que, quando a carga acabar, o carregamento completo levará cerca de três horas.

“O som dos alto-falantes envolve seus ouvidos, proporcionando uma experiência da vida real que o transporta para o mundo dos filmes e jogos”, diz a empresa. “As reverberações criam vibrações no ar que reproduzem um campo sonoro semelhante ao que você experimentaria em um local de música ao vivo”.

Reprodução/Sony

O dispositivo vem na cor cinza claro e emprega um tecido resistente a manchas na parte inferior que entra em contato com a pele. Além de possuir possui botões grandes e intuitivos que permitem controlar facilmente o alto-falante enquanto o usa.

Leia mais: Vida Fitness – conheça as tecnologias que vão te tirar do sofá

Mesmo em locais onde é preciso manter o silêncio, o SRS-WS1 continua com a mesma intensidade. Isso se dá por conta do local onde ele é vestido, reverberando próximo aos ouvidos. No entanto, é possível que esse sistema não se torne o futuro do entretenimento doméstico, visto que será vendido por um valor entre 250 e 300 dólares nos Estados Unidos.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorTG DE GUAÇUÍ REALIZADA SOLENIDADE COMEMORATIVA PELO DIA DA BANDEIRA
Próximo artigoNovembro Azul em Guaçuí com ações em todas as unidades
Elan Costa
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 3512/ES, articulista, marqueteiro político e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito, em 2016, para deputado estadual em 2018, e novamente para prefeito e vereadores, em 2020. É fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook