source
Advogados Kakay e Sheila de Carvalho veem que CPI tem como objetivo desviar atenção
Reprodução

Advogados Kakay e Sheila de Carvalho veem que CPI tem como objetivo desviar atenção

Os advogados Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, e Sheila de Carvalho, que participaram da live Em Cima do Fato do portal iG nesta terça-feira (13), avaliam que a criação de CPI da Covid para investigar as ações do governo federal na pandemia, eventuais omissões e o repasse de verba a estados e municípios é uma “cortina de fumaça” para desviar a atenção das mortes pela Covid-19.

Publicidade Publicidade

“A minha preocupação maior é que nós estamos no momento de 4 mil mortes diárias, nós temos um presidente absolutamente sádico que cultua a morte. Esse presidente tem feito cortinas de fumaça para tirar a atenção que tem que ser a única, que é o combate à pandemia. Isso foi uma cortina de fumaça para que nós saiamos do debate necessário da responsabilização pelas mortes”, afirmou Kakay.

Assista à íntegra da live:

Para o advogado criminalista, essa responsabilização do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deveria ser a “prioridade um, dois, três, quatro, cinco, dez”. “Amanhã só vai estar todo mundo discutindo se a CPI vai ser presidida por alguém ligado ao presidente e nós vamos estar perdendo a oportunidade do impeachment de um presidente genocida”, disse.

A análise é compartilhada por Sheila de Carvalho, que chama a atenção para a distorção que Bolsonaro fez de uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) para a União, estados e municípios tenham a possibilidade de tomar medidas para combater a pandemia.

“Bolsonaro há meses tenta colocar a culpa das mortes pela pandemia e pela morte da economia nos estados. Ele fala que é por conta das decisões tomadas nos estados, que não estavam alinhados com essa política de morte do governo federal”, afirma a advogada.

Na avaliação da especialista, a CPI da Covid corre o risco de ser um processo esvaziado por conta do apoio que Bolsonaro tem no Congresso. “Eles vão criando narrativas prontas, distrações, bem nessa linha da cortina de fumaça, para que o processo seja deslegitimado, para que esse processo seja esvaziado. O foco dessa CPI deve ser a União. Se os estados e municípios também tiverem que ser investigados, que isso seja feito nas casas legislativas desses locais”, diz Sheila.

Comentários no Facebook